Todas as fotos publicadas são de minha autoria, tiradas com telemóvel.

quinta-feira, 31 de maio de 2012

Desanuviar

De volta ao ginásio!
Esta é a máquina de manutenção que tenho utilizado.

Óptima para combater a flacidez muscular

Antes

Depois

Limpar o mato que cresce nas traseiras da casa.
É difícil porque o chão tem muita pedra, mas é uma boa ginástica, com um contra, faz doer as costas, mas quando as coisas são feitas por gosto as dores diminuem.
Existem outras que doem muito mais e não encontro qualquer forma de as combater.

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Alma entristecida


Foto minha


Alma entristecida
Caminhando no meio do nada
Esperando o que não vem
Coração que sangra de dor
Acreditando que vale a pena viver
Voltando a sofrer
de tanta mágoa
ilusão
  mentira
de tanta paixão
É um tormento
pensar em desistir daqueles que se ama
Não por cobardia
mas pela ausência de capacidade para sofrer.

quarta-feira, 23 de maio de 2012

As nossas companhias sempre presentes



A Manchinha  a Matriarca cá de casa

A Pretinha  sua filha

A Branquinha também filha
 
O Cinzentinho  também filho

O Miminhos

  A Julinha irmã do Miminhos abandonados recolhidos por nós

O Risquinho (tratamo-lo por canito) também abandonado e recolhido

A Pintinhas também abandonada e recolhida

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Momentos meus

Foto minha


Sofrer em silêncio
São segredos que não confesso
É a minha solidão interior
Estar simplesmente comigo
Esconder-me em mim mesma
Falar com o meu silêncio
Momentos
que não necessito disfarçar a minha tristeza
Nem reter lágrimas que teimam em cair
De uma dor insuportável
Sentimento ferido
Impotência constante
Angustia permanente
de um ser humano
Sufocado pelo sofrimento.  
 
 

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Gosto

Gosto de decorar os meus cactos, estes são alguns dos muitos que tenho.

A roupa do boneco foi feita por mim 







segunda-feira, 14 de maio de 2012

Quero

Foto minha



Quero 
sentir paz
 Ouvir o vento
 Observar o horizonte
 Comtemplar
a imensidão do céu azul
 Poder sentir a alma serenar 
a mente acalmar
 Quero aquela paz
que invade a escuridão 
 Que anula a decepção
Distrai a ilusão
 Desprender de toda a dor
 E sentir
a expressão da própria vida
que aurora sentia ser tão valiosa.

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Crescer em liberdade


Dia 28 de Abril

Dia 1 de Maio

Dia 4

Dia 7

Hoje dia 9

Em alguns comentários deixaram a pergunta "que flor é"!

São   ROSAS.

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Rebuscando


Foto minha




Rebuscando o passado
perco-me no baú das memórias
com o meu olhar à deriva
Como companhia 
a saudade daquilo que fui.

Saudade
dos momentos que se perderam
ou apenas se esconderam
e que a saudade não afasta
dando vida às lágrimas
que matam o esboçar do meu sorriso.

De sentimentos derrotados
das forças estagnadas no fundo do rio
que ondula dentro de mim.


sábado, 5 de maio de 2012

Bom fim de semana e um feliz dia da mãe



 Podes vir a qualquer hora
Cá estarei para te ouvir
O que tenho para fazer
Posso fazer a seguir
Podes vir quando quiseres
Já fui onde tinha de ir
Resolvi os compromissos
agora só te quero ouvir
Podes-me interromper
e contar a tua história
Do dia que aconteceu
A tua pequena glória
O teu pequeno troféu
Todo o tempo do mundo
para ti tenho todo o tempo do mundo
Todo o tempo do mundo
Houve um tempo em que julguei
Que o valor do que fazia
Era tal que se eu parasse
o mundo à volta ruía
E tu vinhas e falavas
falavas e eu não ouvia
E depois já nem falavas
E eu já mal te conhecia
Agora em tudo o que faço
O tempo é tão relativo
Podes vir por um abraço
Podes vir sem ter motivo
Tens em mim o teu espaço
Todo o tempo do mundo
para ti tenho todo o tempo do mundo
Todo o tempo do mundo

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Ser o não ser

Foto minha

 

Não sou, nem quero 
 ser perfeita para agradar aos outros
Não quero 
exibir para os outros o que não sou
apenas para ser aceite

Quero continuar
 a sentir o poder
de ser simplesmente eu mesma
Quero sentir 
o que existe na minha vida
da forma mais positiva

O receio
de ser criticada
pode levar-me a viver de acordo
com o que os outros desejam
e isso  pode servir
para me esquecer de me valorizar

Por vezes vários elogios
podem ser anulados
por uma única critica
Aceito-as
 Reflicto
deito-me sobre elas
mas só deixarão de ser arrasadoras
quando não lhes der importância.