Todas as fotos publicadas são de minha autoria, tiradas com telemóvel.

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Ausência

Após alguns dias sem ligar o computador!
Estou aqui de novo, para desejar a todos vós um bom fim de semana.
A minha ausência deve-se ao facto de estar  todos os dias no hospital desde o almoço até à noite, acompanhar a minha mãe que foi vitima de um AVC.
Chego a casa super cansada, triste, revoltada e não tenho conseguido  forças, nem  motivação para ligar o computador.


                  Bom fim de semana


terça-feira, 25 de setembro de 2012

O meu silêncio

Foto minha



Procuro a paz
na sombra da noite
mas apenas encontro o vazio
do meu silêncio
que não são mais que gritos mudos
que me penetram a alma.

Encontro
inquietação
o abandono de paz
e mergulho
numa tristeza profunda
de uma dor
que me sufoca
que me impede de viver
verdadeiramente.

terça-feira, 18 de setembro de 2012

O meu mar

Foto minha








Estive
 com o "meu" mar
eu estava triste
ele revoltado
Gritando
o som
das  ondas agitadas
quebrando na areia.

Acariciou-me
com salpicos de salitra
correspondi
com as minhas lágrimas.

Segredei-lhe
as minhas angustias
tal como a minha vida
também ele
tem momentos de calmaria
Agitação
dor
e
tristeza.

domingo, 16 de setembro de 2012

Dor da perda


Foto minha


Para ti André



Faz hoje quatro anos que partiste
apenas com os teus seis mesinhos
e  a dor da Avó continua
rasga-me o peito
sufoca-me de tão intensa que é 
este aperto que não me abandona
Talvez
por eu entender que é contra a Natureza
a perda de um neto 
ou filho.

É doloroso demais
perder alguém que amamos
é das piores dores humanas

É difícil de suportar
a angústia  que me abraça
quando recordo os teus olhos
o teu sorriso  
os teus gestos
o teu palrar
aquela tua gargalhada
que na  mente da Avó está  gravada.


Os meus olhos só conseguem ver-te
no reflexo das minhas lágrimas
a Avó nunca irá desistir de te amar
no meu coração continuarás presente
e lá ficarás
para todo o sempre.

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Mundo

Foto minha




Um mundo diferente
Gerações alteradas
Nestes tempos modernos
Estando em segundo plano
todos os valores morais.

Ninguém
se preocupa mais com ninguém
Tristes
daqueles que pensam com ambição
ignorando sentimentos.

Tristes
de nós que somos vistos
como algo que não faz diferença.

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Esta angustia


Foto minha





Esta angustia tão intensa
e incontrolável
Parece 
que me afundo em areia movediça
Triste sensação
Fogem-me os grãos de areia
não consigo agarra-los
Vejo-os, sinto-os
mas não sou capaz 
E sofro tanto ao senti-los escapar
Sinto-me incapaz
até  a minha mente controlar.