Todas as fotos publicadas são de minha autoria, tiradas com telemóvel.

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Ser Mãe Doi

"Confesso que já sofri demasiado ao longo da minha vida. Logo desde muito pequena deparo-me ao ser abandonada pela minha mãe, desde esse dia que nada foi fácil para mim. No entanto nunca perdi a esperança de um dia vir a ter uma vida comum. Nasci e vivi parte da minha vida numa pequena aldeia se comodidades ,sem luz, luxos nunca ouvi falar, mas comida e roupa, muito simples e pouca mas nunca faltaram, assim como o grande amor do meu pai que me criou e que me educou com grandes qualidades que depois de mãe transmiti ás minhas filhas.

Ainda criança deixei a aldeia e fui trabalhar, casei ainda adolescente, como tantos outros casais à procura de melhores condições, que me surpreenderam bastante. Tive duas filhas e uma estória de amor linda que acabou ao ficar viúva. Aí a minha vida mais difícil se tornou, mas na verdade é que encontrei motivos de sobra que me deram uma força louca de lutar contra todos os problemas que iam surgindo.

Afinal eu tinha comigo duas filhas lindas, confesso que elas sempre foram o meu bem  mais precioso. Existia muita cumplicidade entre nós, e foi nelas que eu encontrei a força que  necessitei para suportar o sofrimento nas fases mais complicadas da minha vida. Sempre tive uma vida recheada de dificuldades de várias as espécies, mas algumas serviram para me ajudar a superar alguns medos e inseguranças. De repente deu-se luz à minha vida quando a minha filha mais nova ainda solteira me deu um neto, voltei a sentir o sabor da felicidade que já à muito tinha esquecido, mais tarde ela casou um casamento de mentira, que dele me deram mais três netos, mas um partiu com seis mesinhos.

Ao longo do casamento dela deixei de ter aquela filha  que estava habituada a ter que sempre amei, fiz coisas inacreditáveis nada que não me orgulhe de ter feito para que  não lhes faltasse nada. O marido é uma pessoa perturbada sem o mínimo de carácter, e com muito sofrimento que tenho que admitir que ela se deixou dominar por ele. Aprendeu ou vê-se obrigada a mentir, diz que é para não me fazer sofrer, esquecendo que sofro muito mais quando sei a verdade. Acho que a minha filha esqueceu por completo as qualidades com que foi educada.

Neste momento sinto uma tristeza enorme. E sinto necessidade de pedir perdão à minha filha mais velha e ao grande Homem que tenho a meu lado que amo muito e que por ele sou amada, um grande amigo, compreensivo e que me tem ajudado imenso e a  suportar todo este sofrimento causado a todos nós pelo marido da minha filha mais nova, mas também um pouco por ela que se anulou submeteu-se ao que ele sempre quiz nem que para isso tivesse que passar por cima daqueles que a amam de verdade .


21 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Sem palavras!

Abraço solidário

Vivian disse...

Olá!
Sinto muito! É tão difícil ser mãe,educamos, ensinamos valores, fazemos de tudo para que cresçam bem, mas não temos como saber como eles vão usar o que ensinamos...
É muito difícil...
Torço para que tudo melhore!
Fique com Deus!

Anónimo disse...

Olá

Espreito o seu blog pela primeira vez e estou chocada com o que a sua filha lhe faz, viva a sua vida com o seu companheiro e ela que viva a dela, a SRA. está a dar cabo de si com pessoas sem escruplos que não merecem a carcaça que comem.

Felicidades.

Tuquinha disse...

Minha querida......não achas que já basta? Não será o momento de te libertares de tanta dor? de seguir em frente com aqueles que amas dando-lhe um pouco de tranquilidade, paz e felicidade? Começares a pensar um pouquinho em ti e na tua vida? os que te amam e te rodeiam não merecem um pouco mais de ti?
VIVE intensamente a tua vida...o tempo é tão breve para que tu não o aproveites todinho...Diz Basta de uma vez por todas a esse sofrimento e sê feliz......o que posso fazer Eu para te libertar um pouco dessa dor?
Dou-te o meu ombro, o meu abraço os meus ouvidos que nunca se cansarão dete ouvir...dou-te todo o tempo, esperando ouvir-te sorrir brevemente.
Beijinhos com todo o carinho do mundo e para sempre

Lacorrilha disse...

Fico tão triste ao ler isto. Lamento tanto.
Um abraço apertado.

Poetic GIRL disse...

Nenhum filho devia fazer sofrer os pais, mas a verdade é que às vezes as pessoas deixam-se influenciar por quem têm ao lado e esquecem quem lhes deu o ser... muita força! bjs

folha seca disse...

Adélia
Quando te incentivei a criares o teu blogue, dado que conhecia muito do que ias guardando nos teus cadernos e um blogue seria a forma de não perderes muita das tuas memórias. Nunca me passou pela cabeça que esse mesmo blogue se tornaria tão rapidamente uma forma de desabafares publicamente os teus desgostos e receberes tantas palavras de solidariedade e apoio.
Alguns amigos e amigas sugerem que vivas a tua vida e deixes o resto. Ambos sabemos que é impossível. Aquelas 3 maravilhosas crianças que passaram parte do último sábado connosco, não o vão permitir. Mais do que nunca, precisam de ti.
Claro que também sabes que estou ao teu lado para o que der e vier e serei o primeiro a não permitir que àquelas crianças falte algo de essencial e também sabes que eu estou ali para o que der e vier.
Não sou muito de tratar estas questões “publicamente” mas hoje teve que ser.
Beijinho

Manuela disse...

Querida Adélia, apesar da mágoa que sentes em relação à tua filhota mais nova, tens o teu Ro., a tua outra filha e os teus netinhos. Quem sabe se com o passar dos tempo, a tua filha que anda meio perdida, não volta aos valores que lhe transmitiste? Esperemos que sim.
Um abraço, minha amiga.

Anónimo disse...

Querida Flor
É com muita tristeza que eu e meu marido lemos o que já tentamos por várias as vezes mas as lágrimas cegam-nos e não nos deixam.
Minha querida a única coisa que lhe podemos dizer neste momento é para não se deixar ir abaixo,sei bem que não é fácil, tente viver e dar amor a quem merece ser amado por si, pois tenho a certeza que é uma mulher muito bonita e tem muito para dar e quem o recebe também o merece bastante.
Um abraço muito apertadinho.

Fernanda e Belmiro

Anónimo disse...

Amiga
Depois desta emoção com que acabei de ler aqui neste momento a única coisa que me ocorre para lhe dizer!!! É que precisavamos de um botão para desligar, estas são palavras suas... estou numa situação tão parecida, como já comentei, tenho andado adoentado e a mulher não anda melhor, resultado de um diagonóstico muito parecido.
Abraço
S e A

Pratos da Bela disse...

Faço das palavras da minha, sim, da minha (só te emprestei para este momento) Tuquinha as minhas. E mais não digo, não vá ela me mandar a factura pelo correio de direitos de autor, e cobrar-me mais uma lata de bolachas.
Jinhos fofos e VIVE A VIDA, POIS BEM A MERECES.

Maria disse...

Querida amiga quanta dor e sofrimento já passou ao longo da sua vida, uma vida dificil mas que a tornou numa mulher maravilhosa, integra e com um coração puro e lindo. Cálculo a amargura que deve sentir pelas atitudes da sua filha mais nova, pois também sou mãe. Tenha esperança no futuro, pode ser que ela consiga voltar a encontrar o rumo certo.
Acima de tudo não se esqueça de SI, tente encontrar a paz e a felicidade ao lado da sua outra filhota, e do seu companheiro e amigo, pessoas que a amam e a apoiam.
Um beijinho do tamanho do infinito, com todo o meu carinho e amizade.
Maria

Catarina disse...

Li com muita atenção.
Um forte abraço.

Papinha Doce disse...

Jasmim,

as tuas palavras tocaram o meu coração bem lá no fundo, não tenho mais palavras.

Bjinho
Maria

Anónimo disse...

Há muito que não vinha aqui, mas também não é preciso porque quase todos os dias temos oportunidade de falar pessoalmente sobre o que estás a passar. Mas hoje resolvi visitar o blogue e quero apenas dizer-te que esta tua amiga tem sempre disponibilidade para te ouvir.
Eu não te vou dizer que vivas a tua vida e que esqueças tudo, porque sei colocar-me no teu lugar e eu não seria capaz de o fazer. Acima de tudo somos MÃES e por muito que os filhos noos magoem conseguimos sempre perdoar e os teus netos não têm culpa do pai que têm e da mãe (essa doce menina com quem eu tanto convivi e agora já não reconheço)se ter perdido nesta teia. Continua a lutar, tenho a certeza que um dia tudo vai melhorar. Beijinho grande para ti e para o Ro. Suzete

MARIINHA disse...

Olá,
Faço minhas as palavras da nossa amiga comum, Manuela.
E já agora, o Folha Seca é o teu marido? Amiga, tenho de te dizer isto. Estás a passar um mau momento, é verdade, mas tens a sorte de ter um homem muito teu amigo e dos teus netos, ao teu lado. Tudo um dia se irá compôr. Não te martirizes.
Um beijo
Mariinha

Malu Machado disse...

Ah minha amiga, o que posso te dizer para diminuir sua dor? Que bom que você tem uma filha e um marido que te amam. Quanto a sua outra filha, do fundo do meu coração, te aconselho a procurar ajuda (se é que ainda não o fez) através de uma terapia.

Por aí vc poderá compreender melhor e lidar com todo este sofrimento.

Concordo com você, ser mãe, às vezes dói. Porque boa mãe não é a que diz sempre sim para ser amável, mas a que abre os olhos e alerta.

Fique com Deus,

alma de pássaro disse...

Mamã, não tenho palavras para te dar força, pois a minha também já não é muita. Mas vamos pensar nos nossos 3 príncipes acima de tudo...
Amo-te tanto pa xempe


“A verdadeira sabedoria encontra-se no coração e é o coração que ensina o caminho recto.”
Máximo Gorki (Camaradas)

meninaluaprimavera disse...

querida Adélia
não sei o que lhe dizer.
abraço e beijinho cheio de esperança
bj da M. e do S.

Bella disse...

Lamento muito, todo o sofrimento pelo qual estás a passar. E lamento também não poder de alguma forma ajudar a atenuar a tua dor.
Só te posso desejar muita força para ultrapassares todas as amarguras e claro, enviar-te um abraço apertado e um beijo do tamanho do mundo.
Tudo de bom para ti, minha amiga.

Lídia disse...

Minha querida flor!!!

Primeiro que tudo um grande abraço, mas... sei que o que escreveu foi um desabafo muito dorido, decerto.
No entanto como mãe, também sei que ama essa filha com todo o seu coração.

Cada pessoa é um ser diferente... mesmo sem compreender...perdoe... mas escreva sobre as coisas positivas da sua vida, que decerto algumas tem!!!

1 beijo e veja em mim...mais uma amiga!!!
Lídia