Todas as fotos publicadas são de minha autoria, tiradas com telemóvel.

terça-feira, 19 de junho de 2012

Inquietação

Foto minha




Nas minhas inquietações
procuro o equilíbrio escrevendo
nos momentos em que o pensamento já não alivia.
As palavras somem
mas os sentimentos permanecem.
O sofrimento de não ter dúvidas
é inferior ao de viver na incerteza.
De tudo aquilo que tenho a certeza
é a incerteza da vida.

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Momentos únicos

Quando eu tinha 9 anos fiz o exame da 4ª classe (era assim que se dizia na altura) uma folha de 25 linhas e uma caneta de tinta permanente, nós alunos e professores, não era usual a presença da família, mas as coisas alteram-se consoante os anos vão passando.

Na passada sexta feira estive presente numa linda festa de final do ano lectivo.

Adorei! E senti que a minha presença foi importante.

ver (esta coisinha linda) vestido de azul escuro de mãos no bolso.

É o Diogo o meu neto
Emocionante! 
é o que tem a mão no ombro, com um sorriso lindo

 
a receber o diploma do 4º ano, entregue pelo seu professor

vi lá muitas (os) avós, se choraram, não o sei, mas eu fui
uma avó bem chorona
principalmente  aqui, não disparei a tempo, ele tinha
ido ao microfone dizer "Avó amo-te tanto pa xempe".

esta é uma frase muito especial entre nós, que vem
desde que as minhas filhas eram muito pequeninas e,
que transmitimos para os meus netos.


O irmão mais velho passou para o 9º ano, o que me orgulha imenso,
porque eles têm e, continuam a sofrer tanto, mas tanto.

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Cantinho

Este é um cantinho que temos no pátio que gosto muito! 

Esta é uma árvore centenária de nome amieiro, debaixo dele tenho várias flores.

 mas também  alfaces, salsa, cidreira, hortelã, oregãos, coentros,
hortelã pimenta, manjericão e um limonete.
Nas suas braças penduro alguns vasos com flores



uma petunia vermelha e branca

Outra roxa

Balsamo duas cores 

um roxo
outro de duas cores

terça-feira, 12 de junho de 2012

Refugio

Foto minha


Lugares únicos
que defino como refugio
que me dão alento
transmitindo-me sensações especiais
quando a tristeza me abraça.

Momentos mágicos
como saborear o silêncio das palavras
palavras delicadas
tantas vezes silenciadas
incapazes de transmitir sentimentos.

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Bom feriado

Partilho convosco algumas das  nossas muitas sardinheiras.

Já foi feita muita comidinha nestas  panelas

mas hoje apenas servem para decoração






Deixo o meu beijinho e muita flor.

terça-feira, 5 de junho de 2012

Sem forças

Foto minha





Tem sido muitas as vezes 
que as forças me abandonam
Procuro e não sei onde as encontrar
é como me sinto a cada dia que passa.


Pensei ser forte
mas as tempestades também destroem fortalezas
Os muros tornam-se a construir
mas se o meu derrubar
dificilmente voltará a levantar-se
nele coloquei cada pedra para que não fosse retirada.

O que me faz sofrer
também me dá a chance de me tornar num ser melhor.
e continuar a colocar pedras.




sexta-feira, 1 de junho de 2012

Hoje e sempre

A todas as crianças.
A todos aqueles que já o foram e sentem em si a criança que autrora foram .

Foto minha



Sinto!
Um carinho muito especial pelas crianças.
Um medo assustador
por aquilo que poderão vir a ser e sofrer.
A sua pureza e inocência
deveriam permanecer nos seus corações,
quando já homens ao enfrentarem o grande inimigo.
A poderosa maquina da destruição do mundo
Ambição e dinheiro.


Um desejo meu
Que não existisse tanto sofrimento no mundo.