Todas as fotos publicadas são de minha autoria, tiradas com telemóvel.

terça-feira, 19 de junho de 2012

Inquietação

Foto minha




Nas minhas inquietações
procuro o equilíbrio escrevendo
nos momentos em que o pensamento já não alivia.
As palavras somem
mas os sentimentos permanecem.
O sofrimento de não ter dúvidas
é inferior ao de viver na incerteza.
De tudo aquilo que tenho a certeza
é a incerteza da vida.

31 comentários:

JP disse...

As palavras somem mas os sentimentos permanecem. E são eles, os sentimentos, que devem prevalecer sobre a incerteza da vida.

Beijinho e uma flor

Catarina disse...

Que foto fabulosa. Que espetáculo de paisagem. Como gostaria de poder fotografar uma linha de horizonte como essa, sempre que quisesse!
O teu poema transmite dor. Não sei que dizer. Deixo o meu abraço amigo.

Everson Russo disse...

O simples fato de escrever já é de alguma forma uma inquietação da alma....beijos de bom dia pra ti amiga.

✿ chica disse...

Linda foto!!Lindas palavras e a incerteza d vida é uma grande certeza...beijos,lindo dia!chica

Observador disse...

Cinco estrelas, Flôr.

Beijinho e um sorriso.
:)

Lurdes Losquinhos disse...

Olá flor
Tens um Neto lindo!
A tua paisagem é linda.
Mando-te mil abraços para aliviar a tua dor.
Beijinhos

Rosa dos Ventos disse...

Se te alivia o sofrimento fazes bem em escrever!
Mas se a vida é uma incerteza contínua, agarra-te ao que ela te dá de bom!
Os teus netos são lindos, saudáveis e têm a avó por perto!

Abraço

São disse...

A fotografia está espantosa!

Quanto à incerteza ...minha querida amiga, pois é parte inerente, desgraçadamente.

Abraço carinhoso, Adelinha

Graça Pereira disse...

Minha Querida

Para já, parabéns por esta bela foto...Trás-me a tranquilidade que eu preciso!
A incerteza de vida, é aquele toque de realidade que nos faz poisar os pés no chão, sem contudo ser necessária a imensa tristeza.
Obrigada pelo teu imenso carinho...fiz uma pausa no meu livro.
Mil beijos.
Graça

lino disse...

Olhar o mar pode aliviar o sofrimento!
Beijinho

Graça Sampaio disse...

Que linda foto!

A vida é tão incerta como o mar e nós temos de tentar manter-nos à tona, não é?

Beijinhos, Flor!

Carlota Pires Dacosta disse...

A foto, o texto, tudo fantástico, lindo!!
Beijo

Lilá(s) disse...

Querida amiga, certezas ninguém as tem, mas inspiração tiveste para escrever!
Bjs

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti minha amiga querida...beijos.

Sonhadora disse...

Minha amiga

As tuas lindas palavras expressam dor. Sei quais devem ser os teus motivos.
Pensa que o dia de amanhã pode ser melhor que o de hoje. Os netos ajudam muito.
A tua foto está espetacular.

Beijinho

Lídia disse...

OLÁ MINHA QUERIDA ADÉLIA!!!
UMA FOTO QUE REPRESENTA, OS CINZENTOS DOS TEMPOS, AS REVOLTAS DAS VIDAS!!!

1 BEIJINHO!!!

LÍDIA

Lídia Borges disse...

Não ter dúvidas pode ser muito redutor, porque na vida, confome diz, tudo é incerto. Até a própria certeza.

Beijinho

Sonhadora disse...

Minha querida

escrevendo os que sentimos, pode não curar as feridas, mas pelo menos lava a alma...não deixes de expurgar o que te magôa.

Beijinho com carinho
Sonhadora

Multiolhares disse...

a vida, o futuro, já por si só é uma incerteza, então temos de viver o dia a dia um de cada vez da melhor forma que for possível
bjs

tulipa disse...

ADORO a INQUIETAÇÃO dessa imagem!

A visita à Casa
onde a José Maria da Fonseca
foi fundada em 1834
permite ao público conhecer um pouco mais da história desta empresa familiar,
onde os valores passados de geração em geração,
continuam actuais
e permitem projectar a empresa no século XXI.

Construída no século XIX foi restaurada em 1923
pelo arquitecto Suíço,
Ernesto Korrodi, tendo sido a residência da família Soares Franco até 1974.

Com uma fachada e jardins de beleza muito especiais,
tem estado desde sempre associada à imagem da José Maria da Fonseca.

Marta disse...

Boa foto, excelente pensamento.

Lacorrilha disse...

Tudo é uma incerteza, temos mesmo de fazer um esforço para ser otimistas, senão as inquietações não nos largam.
A fotografia ficou linda.
Beijocas

Pedro Coimbra disse...

Uma das poucas certezas que todos temos, Adélia - a incerteza da vida.
Beijinho

ONG ALERTA disse...

Foto maravilhosa, a vida é desci eretas diárias, beijo Lisette.

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti minha amiga querida...beijos.

Princesa do Mar disse...

As palavras somem do coração, mas poisam em algum lugar. Os sentimentos ficam em nós, fazem parte do "ADN da Alma", eles são necessários ao nosso crescimento interior!

Uma brisa refrescante do meu mar

Mery disse...

Eu desejo muita força*¨¨
Fé!
Pra ti desejo o mesmo que pra mim; te gosto tanto!
Andas desencantada com a vida, pois é, eu também passo por uma desilusão grande, mas o meu trabalho com as crianças traz alento ao meu coração; agora mesmo dei gritos de alegria ao ver a SelEção de Portugal vencer, gritei aqui sozinha "Viva Portugal!
Viver cada momento, cada dia*... um de cada vez sem perder a esperança.
A incerteza faz parte do nosso viver. Todos fizeram lindos comentários, é bom ter amigos, confortam...
Beijinhos.

Ana Martins disse...

Adélia, boa noite!
A vida não espera por nós e incertezas, todos temos.

Viva intensamente minha amiga e nunca perca a esperança de ser totalmente feliz.

Beijinho,
Ana Martins

Pedro Coimbra disse...

Passo para deixar um beijinho que agora vou de férias até finais de Julho

Everson Russo disse...

Um excelente final de semana pra ti minha amiga, repleto de poesias,,,flores e muito carinho...beijos e beijos.

Maria Rodrigues disse...

Querida amiga quando nos encontramos perdidos nas incertezas da vida, o olhar a imensa beleza do mar é concerteza, uma forma de aliviar o espirito.
Beijinhos
Maria