Todas as fotos publicadas são de minha autoria, tiradas com telemóvel.

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Um post sem interesse

Mesmo assim resolvi publicá-lo...e poder mostrar estas flores que pessoalmente acho lindissimas, embora admita que sou suspeita, porque adoro flores, estas são silvestres, que eu própria colhi no pinhal. Isto porque esta semana resolvi ir ao pinhal apanhar lenha. Pronto...já sei, estão a pensar que é treta, mas não , nem foi nenhuma aventura. Existe um velho ditado que diz, "galinha do campo não quer capoeira", o mesmo acontece comigo, talvez por ter nascido e crescido numa pequena Aldeia onde fui habituada  desde muito pequena a andar no campo nas terras de cultivo e no pinhal a apanhar lenha.
Lenha que servia como único aquecimento da casa, também para aquecer o forno para cozer a broa e para fazer a comida ao lume, porque em casa do meu pai não existia gás nem luz, existia sim fogueira todos os dias do ano.
Cá em casa de Verão a lenha serve para acender o carvão,  porque fazemos uma alimentação à base de  grelhados, no Inverno serve para o mesmo efeito e para desfrutar do prazer de ter uma lareira à lavrador com uma boa fogueira.
O facto de eu ir ao pinhal apanhar lenha, para mim não é nenhuma aventura, mas sim um hábito que considero saudável e um prazer de desfrutar e conviver com a Natureza .
Considero aventura sim o facto de eu pedir ao meu Ro. uns botins (botas de borracha, não vá o Diabo tece-las com a bicharada no pinhal) e ele trouxe-me uns botins nº 44, eu que calço o nº 36, isso sim é uma aventura, é como fazer manobras com um automóvel sem direcção assistida. Mas vale sempre a pena, é reconfortante fazer as coisas que gosto e com prazer.

24 comentários:

Ferreira, M.S. disse...

Por vezes as coisas sem interesse têm o maior significado! Fez bem em partilhar!
Um bom fim de semana!
Abraço

folha seca disse...

Bem...
Os tais botins (ou galochas) não eram para ti, mas sim para mim. Apenas foram surripiados ao legítimo proprietário (que de facto nunca os usou).
Bj

Agulheta disse...

Flor de Jasmim! O campo tem sua beleza que os da cidade não sentem.É das coisas melhores andar pelo monte ao encontro da vida e natureza,sabes essas flores adoro e são tão lindas,bons grelhados que o tempo dá para os fazer.
beijinho e bfs

Manuela disse...

Querida flor, a tua jarra ficou bem catita :)
Afinal as galochas eram do Ro... tens de comprar umas para ti ;)
Beijinhos e bom fim de semana!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Sem interesse? Eu gostei muito, Flor. Essa dos botins é que foi uma boa partida do seu Ro.
Tenham um bom fds

Vozes de Minha Alma disse...

Amiga Flor de Jasmim!
Quisera eu ter esse previlégio de andar por aí ao invés de nesta cidade cinzenta...
Não subestimo teus sentimentos.
Andei nas asas da imaginação nesse campo florido tal como em épocas remotas de minha infância.
Um fraterno abraço, beijos.

Luís Coelho disse...

Aqui na aldeia somos pobres e crescemos com muitas dificuldades, mas temos e fazemos coisas que os meninos da cidade não sabem nem sonham.
Colher flores silvestres ou amoras maduras, apanhar paus secos, pinhas e até caruma é um prazer que só nós pudemos viver.
As outras recordações são tão familiares.
Cozinhar ao lume ou cozer a broa de milho e os grelhados...???

Rosa dos Ventos disse...

Belo arranjo floral!
Eu também gosto de campo mas quem sai todos os dias para olhar para as ervas que crescem num desatino, deixando-o perfeitamente irritado é o meu parceiro. De vez em quando traz-me um ramo dessas flores! :-))
Ele também leva botins... :-))

Abraço

ariel disse...

Adoro, adoro flores silvestres. Lindas!.

Beijinho

Lilá(s) disse...

É também o que eu gosto de fazer, passear no campo, no pinhal na mata sem rumo, ajuda imenso a "limpar os interiores"...
Adorei as flores têm um encanto muito próprio, pena morrerem mais rápido que as outras.
Bjs

Vivian disse...

Bom dia,Adélia!!

Que bom saber um pouco mais de você!!Pra mim, seria uma aventura...já que nunca fiz nada parecido.Mas usar um calçado 44 sendo que usa 36...é realmente uma provação!!rsrsrsr
Se divertiu amiga?!!
**Adorei as flores silvestres!!Ficou lindo no vaso!
Beijos pra ti!!

Maria disse...

Querida amiga que flores lindas e como deve ter sido bom ir apanhá-las, sentir o cheiro do campo que eu tanto adoro, mas como vivo na cidade, só casualmente é que dá para sentir toda a magia de andar pela natureza.
Não foi um post sem interesse, eu gostei muito.
Bom domingo
beijinhos
Maria

Fabrício Santiago disse...

Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Fabrício e cheguei até vc através do Blog rosa solidão. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir meu blog Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. Estou me aprimorando, e com os comentários sinceros posso me nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs

Narroterapia:

Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.

Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

Abraços

http://narroterapia.blogspot.com/

Malu Machado disse...

Olha, por mim, pode continuar a fazer post sem interesse como este. Lindas flores, sensibilidade a flor da pele. Hoje conheci mais um pouco de você.E gostei muito.

Adorei te ler,

MARIINHA disse...

Que bonito arranjo de flores. Também gosto imenso de flores do campo. E esse programa de ir ao pinhal à lenha, é óptimo. Tu aí pinhal é coisa que não te falta.
Bjks

Vivian disse...

Bom dia,Adélia!!

Querida amiga lhe desejo um domingo maravilhoso!!!Beijos com carinho pra ti!!

Manuel disse...

Este deambular pelos Blogues amigos, de vez em quando, da- nos a alegria de ir conhecendo outros mais.
Gostei do seu, pela leveza e simplicidade.
Tal, como a amiga, adoro o campo e o cheiro da terra.
As flores silvestres são lindas, cheirosas mas tão fugazes quando as colhemos.

Pratos da Bela disse...

Amiga, amo enfeitar com pampilos e então quando são dados pela mão do Luquinhas ainda amo mais.
Adoro estas flores, mais do que tudo, e porque lembro-me sempre, que se umas flores tão lindas dão num campo ou pinhal sem trato, o que seria delas se o tivessem, é por isso que amo a vida, por muitos obstáculos que tenha que enfrentar. Amo viver e sorrir....
Viva a vida e à alegria.....
Jinhos fofos MÃE CORAGEM.
(Miga isto já deve ser ressaca de tanto trabalho.....)

Pratos da Bela disse...

FOLHA SECA, vê lá se queres que peça uma vaquinha pela blogosfera para comprar umas galochas à nossa flor, bem, bem...

Nilson Barcelli disse...

As flores são mesmo lindas... vejo-as nas bouças muitas vezes...
E as tuas manobras de 36 dentro de umas 44 deixaram-me com dores de barriga de tanto rir...
Post sem interese? Puxa... se calhar foi o teu melhor até hoje...
Querida amiga, tem uma boa semana.
Beijos.

luar perdido disse...

Fazer o que mais se gosta é dos pequenos grandes prazeres na vida.
Flores que a mão do Alto semeou, o cheiro dos pinheiros, e o silencio preenchido de um pinhal...Uhmmmm que saudades minha amiga!.
Um post sem interesse? Dizes tu! ou quem nunca soube o que é um pinhal pleno de si proprio e do mundo que a Mãe Natureza lhe empresta.
Obrigada pela partilha das flores e da singeleza da tua ia "natural e sem intersse" ao pinhal. ADOREI, limpou a alma.
Desejo-te uma feliz e optima semana
Bjs

Pedro Coimbra disse...

As botas já me deixaram a rir a sério.
Uma senhora com umas botas tamanho 44 até é um cenário um bocado assustador.
Mas, pronto, o legítimo proprietário já explicou o porquê.

flor de jasmim disse...

A todos o meu muito obrigado pelas vossas palavras aqui deixadas, jamais pensei que "Um post sem interesse" fosse lido e considerado com interesse por todos vós.
Um beijo

Catarina disse...

Essas flores são desprentenciosamente lindas! Como eu gosto de flores silvestres... só que não tenho a oportunidade de as apanhar! Post com interesse, sim!