Todas as fotos publicadas são de minha autoria, tiradas com telemóvel.

segunda-feira, 19 de março de 2012

Continuo a pensar

Nascer do sol, Foto minha

Continuo a pensar com todo o meu mau feitio que o dia do Pai  não deve ser só hoje, mas sim todos os dias!
Para todos aqueles que têm um PAI  o melhor presente que se pode oferecer será amor e carinho, não existe melhor forma de valorizar um pai se não houver consciência de que o poderemos perder. E são muitas as vezes aquelas que ao se pensar no futuro esquece-se o presente e desperdiça-se as oportunidades de viver, alguns pequenos (grandes) momentos que poderão ser a maior homenagem que se pode fazer a um pai.
Lógico que refiro-me  àqueles pais que são importantes na vida de seus filhos, que acompanham os seus passos, que estão presentes sempre que necessitam, que apoiam naqueles momentos difíceis, não só na infância ou adolescência, mas sempre que os fazem sentirem-se protegidos.
Palavras que não se aplicam a todos os pais.

Não ao pai dos meus netos que não se preocupa em saber se estão ou não bem, se têm ou não comida na mesa, não, não quer saber deles, por e simplesmente.
Este é o motivo de alguma tristeza que muitas vezes transmito para o monitor e, que muitos de vós já se aperceberam. 
Meu falecido pai desempenhou e muito bem a tarefa de pai e mãe. Bem ou mal também eu o faço já há muitos anos com enormes problemas e dificuldades que se atravessaram na minha caminhada e, continuam, lutei bastante, trabalhei como uma escrava, mas nunca desisti   para  que as minhas filhotas tivessem uma vida digna e sentissem que  faziam sentido.
Hoje vivo o drama de ter que vir a desempenhar não sei como o papel de avó, mãe e pai das minhas filhotas e dos meus netos, com idades muito preocupantes, dois fazem em Maio 15 e 10 anos, o outro 5  em Abril, não encontro palavras para descrever o quanto os amo, eles são a minha vida.

Palavras de um sentimento meu.


Desejo um dia muito feliz para todos aqueles que são PAIS.


21 comentários:

✿ chica disse...

Tens toda razão em desabafar. Há PAIS e pais...

Felicidades aos PAIS!!! beijos,fica bem e tranquilidade, se der!! chica

meninaluaprimavera disse...

concordo, há pais e pais

acácia rubra disse...

Como sei o que isso é. Sou pai e sou mãe.A minha filha, as raras vezes que está com o pai, vem com o sistema nervoso alterado. Ele limita-se a fazer o depósito a que é obrigado e há umas semanas quando a filha esteve com uma amigdalite e, sem conseguirmos consulta, lhe pediu que lhe visse lhe garganta e sugerisse um antibiótico, mandou-a para o Centro de Saúde ( onde estávamos) ou que eu levasse a um especialista. Eram 22:00. E é "aquilo" um médico psiquiatra...

E por aqui me fico, porque " aquilo" cuspiu (literalmente) a filha...

Beijo, Adélia, estou contigo!

Eu já não penso. Sinto raiva.

Rosa dos Ventos disse...

Isto dos dias de....tem o que se lhe diga!
Não vou assinalá-lo no blogue mas tive um excelente pai, muito bem acompanhado por uma mãe de cinco estrelas!

Abraço

Everson Russo disse...

Todos os dias da vida devemos estar plenos de paz e amor...beijos de boa semana pra ti amiga.

Vivian disse...

Olá,Adélia!!

Ah!Minha amiga...acabei de te enviar um email...e agora vejo porque andas tão triste e sensível...não é fácil!Te desejo muita força,e que tudo se arrume...volte a normalidade...Não desanime.
Beijos!

São disse...

Minha querida amiga, assino por baixo tudo quanto aqui partilhaste.

Podes crer que te compreendo muito bem.

Aos 33 anos passei por amante do meu marido, porque a criatura por quem me trocou ia buscá-lo ao local de trabalho, pelo que quando um dos colegas me viu com ele deduziu que eu era a Outra na vida do casal.

Resultado: fui para divórcio, o que agravou o desamor de minha mãe por mim, que jamais me perdoou "a vergonha de ter uma filha divorciada".

Claro que fiquei com o meu filho a cargo , mas o abono de família era recebido pelo pai, que nunca deu nada sem ser obrigado pelo Tribunal, onde chegou a dizer que se tinha esquecido. E como represália, cortou.me a electricidade da casa onde eu e o garoto víviamos e pela qual ele recebeu o triplo do que investira.

Dando um enorme salto , porque senão estaria horas a maçar-te, o meu filho descambou por completo e , desgraçadamente, é pai de duas crianças que nem estã seuqr a seu cargo.

Um abraço fraterno e apertado, Adelinha.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Há pais que nunca mereciam sê-lo e outros que nunca deviam ter partido. Mesmo quem não é pai, concorda com o que escreve, Flor
Beijinho

luar perdido disse...

Minha querida, tens toda a razão há pais que nem desse nome são dignos, quanto mais do amor dos filhos.
Mas também sei que os há com uma garra, uma força e um amor sem limites, barreiras; intemporais, omnipotentes e omnipresentes.
Minha flor, acredita em ti, que tens que fazer todos os papeis, porque só quem recebeu amor o tem para dar. E tenho a certeza que lutadora e digna, corajosa e MULHER/MÃE como és, vais fazer dos teus 3 amores os melhores seres humanos do mundo.
Beijo imenso de luar

Evanir disse...

Com muito carinho agradeço sua amizade
desejo a todos nós uma semana abençoada e feliz.
beijos no coração.
Com saudades pois tive que me
mais espero marcar minha presença sempre.
Evanir.
um feliz Dia Dos Pais ai em Portugal.
aqui no Brasil é em Agosto.

Graça Sampaio disse...

Há pais e pais, Flor!
Bem hajas por conseguires e quereres desempenhar todos esses papeis! os teus netos não vão nunca esquecer-se de ti!

Beijinhos e muitas flores para ti.

lino disse...

Beijinho solidário!

Multiolhares disse...

cada um de nós tem a sua cruz a carregar e de alguma forma todas são pesadas. mas já mostrastes ser uma mulher de força batalhadora, de certeza que vais conseguir dar o amor e protrça~p que as tuas crianças precisão estamos, quanto aos dias de... não ligo muito acho que é mais comercial que outra coisa porque para mim os dias de... tem de ser plantados diariamente
bjs

Fernanda disse...

Minha querida Adélia!

Sabes quanto lamento a tua actual situação e como estou solidária contigo.
Há situações que são verdadeiras provações até à nossa sanidade mental, pela dureza que as envolvem. Contudo, sei que hás-de conseguir ser tudo o que for preciso para ajudar a tua filha e os teus netos, mesmo que isso passe por ser Pai, Mãe e Avó.
És uma pessoa maravilhosa e hás-de ser compensada por todo este esforço "desumano".
Admiro-te muitíssimo!

Sem pai e mãe há alguns anos, lembro-me constantemente de ambos, mas é sem dúvida do meu pai que mais saudades tenho.
Ele é a minha maior e melhor referência como ser humano e viverá em mim para sempre, todos os dias!

Força e muita coragem.
Beijinhos

Fernanda disse...

Amiga Adélia!
Não sei se entrou o meu comentário. Espero que sim!

Já agora, parabéns pela belíssima foto.

Beijinhos

Sandra disse...

Minha querida
tens toda a razão. Há pais e pais.
O meu foi um grande pai e lamento que tenha partido tão cedo.
Muita força para ti. Adivinho-te uma grande mulher , que não baixa os braços às dificuldades. Uma guerreira.
Beijo com carinho

Lacorrilha disse...

Muita força, Flor.
Vai tudo correr pelo melhor... só pode!
Beijinhos

Lilá(s) disse...

Sabes amiga, a tua preocupação e dor acaba por ser também nossa, muitas vezes aqui venho para saber do teu sentir, muitas vezes penso em ti e em como estará a correr o problema dos teus netos. São estas as maravilhas da blogosfera, preocupam-nos com os amigos virtuais, quase reais, vivemos os seus problemas e ficamos felizes com o seus sucessos...
Um grande abraço e que essa força não te falte

Pedro Coimbra disse...

Que Deus lhe dê força e coragem para continuar o seu desígnio de amar essas crianças, Adélia.
Beijinho

Ricardo Meneses disse...

Existem pessoas que nunca deveriam ter tido o privilégio de serem pais, nesse leque está, naturalmente, o seu (ex)genro.

Continue a ser um exemplo para os seus netos porque, pelo que escreve, é o seu único porto seguro.

Beijinho e força!

titi disse...

Florzinha lí aqui seu texto...Sinto você tristinha apreensiva e com razão é claro...Me parece uma vó muito amorosa,uma mãe que fez de tudo e hoje se vê numa situação de ser tudo na vida dos seus netos ....E isso não é fácil não!!!!..amiga Adélia,faz oque estiver ao teu alcance viu? Deus faz a outra parte...E deixa o tempo resolver essas pendencias,trazer respostas..a Sua filha há de voltar atrás e de se arrepnder...Tudo na vida que fazemos de bom ou ruim retorna a nós..
Fique firme,faça mesmo pelos seus netos e confie que tudo dará certo...
Não procure se desagastar muito...pois tudo ve a seu tempo..as respostas,o reconhecimento..
muitos beijos doce amiga
conte sempre comigo..
titi