Todas as fotos publicadas são de minha autoria, tiradas com telemóvel.

segunda-feira, 12 de março de 2012

Solto um grito

Foto minha


Solto um grito
como mensagem da tristeza que me invade
O meu coração sangra de dor
desilusão, traição, mentira
Sinto-me perdida
pela vida daqueles
que são a minha própria vida


O peso
da minha incapacidade
Deixa-me invadir
pela maldade dos outros
sobreposta às coisa boas
que tenho feito ao longo da minha vida

Contemplo o mar
um  momento meu  de beleza
Viver é arriscado
é desenhar sem borracha
Impedindo
a esperança de realizar
que se reconstrua e volte a sorrir.


Nota: Um agradecimento ao meu"folha seca" por estar de corpo e alma a meu lado 
nesta fase tão difícil da minha vida.
Obrigado meu amor.  

24 comentários:

acácia rubra disse...

Que linda a dedicatória, Adélia!
Quanta ternura há em vós. Assim é 'estar'!

Escreveste "Viver é arriscado
é desenhar sem borracha" e eu confirmo.

Mas também de que serve a borracha se desenharmos a tinta? Tentamos apagar, apagar, apagar e o resultado é ficarmos com o papel rasgado... um buraco no que fomos.

Beijo

✿ chica disse...

Ver o mar alivia as tensões ...Que ele te dê forças e que bom que tens esse parceiro legal ao teu lado!! beijos,linda semana e fiquem bem! chica

Catarina disse...

Um poema muito sentido dedicado a uma pessoa muito especial. Que aquilo que te ensombra a tua vida neste momento se desfaça rapidamente.
Abraço

Vivian disse...

Bom dia,Adélia!!

Que tudo fique bem minha amiga, que passe logo!
Força!!
Beijos com carinho!

São disse...

Adelinha, não permitas que te vença a maldade dos otros. Quem quer que sejam!!

Nesta fase complicada da tua vida, te aperto junto ao coração e te desejo que a ultrapasses depressa e bem.

Sandra disse...

Minha querida
sente-se a amargura e dor neste texto! Que passe depressa.
Beijinho e uma flor

Lacorrilha disse...

Ai Flor, tenho pensado tanto em vocês e desejado que corra tudo bem. Vai correr, só pode.
Fico a aguardar notícias.
Beijocas

Carlota Pires Dacosta disse...

Uma dor imensa que te está a assolar. Nunca permitas que te "destruam".
Agarra-te a esse amor imenso, a esse apoio que tens do Rodrigo e juntos, batalhem e se preciso for, afastem quem vos faz mal.
Beijo doce minha amiga.
Estarei sempre por aqui ou no mail, se precisares.

lino disse...

Os dois vão conseguir, com muita força!
Beijinho

nacasadorau disse...

Minha querida amiga Adélia!

Nem sonhas como lamento sentir-te sofrer assim. Por favor não te deixes ir abaixo. Há sempre um solução para tudo, para tudo mesmo.
Julgo saber exactamente o que te está a causar tanto sofrimento, mas pensa que mais não podes fazer e esse teu estado não te ajuda a ti nem e quem tanto amas.

Ânimo!

beijinhos

Mar Arável disse...

Bjs amigos

Agulheta disse...

Amiga Adélia.Sei dar o valor a todos estes sentimentos de revolta e de grito,mas tudo se resolverá precisamos de acreditar que somos mais fortes,tal e qual as ondas do mar,ora revolta e algumas mansas assim é a vida.
Força e muita coragem para viver e enfrentar tudo que nos cruza no caminho.
Beijinho

oteudoceolhar disse...

Minha Flor,

comtemplar o Mar é sempre um momento muito nosso...
Que essa dor passe, que o sorriso volte rápido...Por vezes temos mesmo que aprender a (voltar), a sorrir...
Eu aprendo a voltar...saudades? Muitas...novidades, algumas...

Beijo n´oteudoceolhar.

Lilá(s) disse...

O teu poema é lindo, mas fico de coração apertadinho, avinhando que os teus problemas se mantêm...força minha querida amiga um dia a justiça será feita.
Bjs

Graça Sampaio disse...

«Viver é arriscado
é desenhar sem borracha» - muito bonito, Flor! E o mar sempre bem presente em tudo na tua vida.

Tudo se há de resolver. Coragem!
Beijinhos

Pedro Coimbra disse...

Fases más todos atravessamos, Adélia.
E, tantas vezes, saímos delas mais fortes.
Sobretudo se temos alguém ao nosso lado nesses momentos, a apoiar, a dar força e ânimo.
Como a Adélia tem o Rodrigo.
Um beijo

Everson Russo disse...

Precisamos desse momento de extravasar os sentimentos...soltar os gritos e nos fazer ouvir...beijos de bom dia pra ti amiga.

Bella disse...

Força amiga, grita a plenos pulmões se isso te fizer sentir melhor.
Beijinho grande

Mariinha disse...

Olá Flor,

Desejo que esta fase menos boa da tua vida seja ultrapassada rapidamente para viveres em paz com o teu "folha seca", as tuas filhas e netos.
Tudo se irá resolver.
Beijinhos

Multiolhares disse...

a vida por vezes é tão dificil, as portas não se abrem é dificil de respirar, que a tua tormenta seja levada rapidadente por essa mar em acalmia
bjs

Antônio Lídio Gomes disse...

Flor, apesar de não saber qual teu drama, penso em mil coisas...
Aqui temos os nossos dramas. Trabalho, família, filhos, sociedade, país.
Há de passar tudo isso. Nada há que dure para sempre.
Mas espero que bons ventos soprem em tua vida e nas dos teus.
Por ora, deixo um fraterno abraço e um beijo.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Viver é arriscado sim, Flor, mas com força e resistindo ao desânimo, podemos transformar a vida numa bela aventura.
Muita força
Beijinho

AMorgado disse...

O teu "folha seca" e teus amigos criam uma corrente positiva para ti. Pensa nas coisas boas que a vida te tem dado.Vive e sê feliz, a vida é demasiado curta, aproveita.

titi disse...

Florzinha querida mesmo ferida foi ate meu blog me ver...obrigada doce amiga!!...que bom que podes contar com o folhas secas,é nas dificuldades que vemos o amor de verdade..
Mas enfim tens meu email e me escreve...aguardo ..e oro pelo mais dificil passar logo..logo....
lindas tulipas acima e alfaces ainda bebezinhos muito lindos..
beijos flor..
titi