Todas as fotos publicadas são de minha autoria, tiradas com telemóvel.

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Cercam-me


Foto minha


Chega a noite
 soltam-se os fantasmas
aproximam-se de mão dada
junto do cansaço 
o de mim própria.

Cercam-me
tento fugir
não consigo
então
escondo-me
somente na dúvida.

Fecho os olhos
envolvo-me num mistério de sonhos
que não quero deixar morrer
apenas
por estarem a deixar
de fazer parte da realidade.

28 comentários:

luna luna disse...

é á noite que os fantasmas atacam mais mas precisamos de os exorcizar
beijinhos

JP disse...

Quando fechamos os olhos, não vale a pena se esconder de nada.....

A noite é boa companheira para os fantasmas. Para os sonhos também....


Beijinho

Lilá(s) disse...

Quando os fantasmas nos habitam, a noite não é boa companhia...
Querida amiga espero que o sol brilhe rápido por aí...
Bjs

✿ chica disse...

Não dá mesmo pra deixar morrer os sonhos, ainda que difíceis! beijos,chica

Graça Sampaio disse...

É como nos sentimos todos com todo este emaranhado de teias com que estes governantes nos têm envolvido, embrulhado...

Beijo

Antônio Lídio Gomes disse...

Amiga Flor de Jasmim, este poema pareceu-me um lamento sentido!
O absorvi e o senti assim...
Escrevi algum tempo atrás, Medos.
Algo que só nossa alma entende.
Um abraço.
beijos.

lino disse...

Sonhar, enquanto não pagamos imposto por isso.
Beijinho

Everson Russo disse...

A noite quando chega nos mostra tantas coisas,,,tudo fica mais claro,,,medos e loucuras....beijos e uma bela noite pra ti amiga...boa quarta feira...

Pedro Coimbra disse...

Ainda nesse tormento, Adélia?
Afugente esses fantasmas depressa.
Beijinho

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti minha amiga,,,beijos e beijos.

silvioafonso disse...


.




Voltei para seguir seu blog,
dizer que gosto do seu jeito
de postar e pra dizer que a-
manhã, colocarei na minha pá-
gina alguns momentos meus de
introspecção.

Beijos e até lá.

silviofonso







.

oteudoceolhar disse...

Minha Flor,

...eles podem estar guardados, mas por vezes tornam-se teimosos e teimam em vir cercar-nos a mente...
Que a tua alma se acalme...deixa-os partir, eles que partam...E te acompanhe a paz.

Beijo n´oteudoceolhar *

tecas disse...

Querida amiga Adélia! Divinal foto acompanhada por um belo poema de inquietação.
Sofrimento de todos os poetas.
Lindo e triste, minha boa amiga.
Beijinho, um sorriso para alegrar a tua alma e uma flor.

Antônio Lídio Gomes disse...

Oi Jasmim,
Que poema mais contido de significados!
Pois é uma parte da vida que eu mesmo já partilhei.
Por isso não é bom que aniquilemos os sonhos. Mesmo não fazendo parte da realidade.
Um abraço.
beijos.

Lídia Borges disse...


Não deixar morrer os sonhos é a melhor forma de resistência.

Um beijo

Janita disse...

O poema está em sintonia com a foto da noite tenebrosa, mas as fotos laterais são uma beleza, Flor!
Aí não vejo tristeza nem dor!
A gatinha é um amor e a foto superior, uma maravilha.
Às vezes vemos fantasmas na noite fria, no entanto, há tanta razão para sorrir à luz do dia!!

Beijinhos.

Lacorrilha disse...

Fotografia bonita.
Beijocas, ó mulher das unhas bonitas. ;)

São disse...

Amiga, hoje também eu estou angustiada: morreu um amigo meu de infância no mesmo dia em que morreu há três anos o filho mais novo de uma prima minha.

E a acrescentar a isto e ao cada vez maior desatino do (des)Governo, tenho o drama que tu infelizmente partilhas.

Um abraço estreito.

Luís Coelho disse...

Hoje tive maior dificuldade em entrar aqui para deixar uma palavra amiga.
Não entendo nada disto.
Parece bruxedo, coisa má...não deixa escrever nem muda de ecrã. Xicha...quinze minutos para treinar a paciência...

Gostei muito deste anoitecer onde muitas noites nos escondemos e nos identificamos.

Sandra Subtil disse...

Há fantasmas que insistem em nos perseguir. Pelo menos é sinal que ainda estamos vivas!
Beijo , minha flor!

Lacorrilha disse...

Venho avisar a sô dona flor de jasmim que anda a comentar com a conta do maridão, eheh. Eu percebi logo, mas pode haver quem não chegue lá e às vezes estas coisas podem não correr bem.
Beijocas

Everson Russo disse...

Uma noite linda pra ti minha querida amiga,,,paz e carinho sempre...com flores e beijos...bela sexta feira também...

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

É preciso afastar os fantasmas, Flor!
Grande beijinho

Pedro Coimbra disse...

Passo para deixar um beijinho e votos de um bom fim-de-semana!!

Vivian Fernandes de Goes disse...

Olá,Adélia!!

Por mais difícil que seja não podemos deixar que os sonhos morram...
Que tudo fique bem.
Beijos,minha amiga!

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida Adélia

É sempre na noite que os fantasmas nos perseguem, mas temos que os afastar de nós com todas as forças.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

luar perdido disse...

Minha doce Flor, tenho andado com pouco tempo, mas venho agora;
É à noite que os fantasmas nos cercam com as suas mãos nubladas e frias, não deixes que eles toquem a beleza que encerra a tua alma, nem o calor forte do teu coração. Eles contra isso nada podem, desfazem-se como uma onda na praia.
Bom fim de semana minha querida.

Um beijo sem tamanho de um fiozinho deluar

Maria Rodrigues disse...

Minha amiga é na solidão da noite que os fantasma do passado e as dúvidas do futuro chegam de mansinho ao nosso coração.
Beijinhos
Maria