Todas as fotos publicadas são de minha autoria, tiradas com telemóvel.

segunda-feira, 4 de março de 2013

Sufocando-me

Foto minha











O silêncio
diz-me tanto
amo-o
mas tem momentos
que me sufoca.
Sinto
as dores do silêncio
que grita dentro de mim.
Uma dor
insuportável
que invadiu a minha alma
aprisionando o meu ser
Sufocando-me.

24 comentários:

Fê Blue bird disse...

Flor, solta esse grito que tens dentro do peito.
Esse silêncio têm que ser sufocado, não tu minha amiga.

beijinho e boa semana

JP disse...

Estou como a Fê...solta o grito. Abafa o silêncio....


Beijinho

Rosa dos Ventos disse...

O silêncio por vezes é ensurdecedor!

Abraço

✿ chica disse...

Linda poesia e o silêncio muitas vezes é bom, outras tantas, faz um mal... beijos,chica e linda semana!

Graça Sampaio disse...

Num sufoco andamos nós todos, Flor! e não vemos jeito de podermos lançar o grito regenerador.

Ânimo, Flor!

luís rodrigues coelho Coelho disse...

O silêncio tem destas cores que nos prendem o olhar...

Gisa disse...

O silêncio é amigo, mas não pode ser carcereiro.
Um grande bj querida amiga

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Nem sempre o silêncio é de ouro, Flor
Beijinho e boa semana

São disse...

Adelinha, solta cá para fora um grito agudo , violento e longo para te libertares e não te deixes sufocar.

Abraço com muito carinho, amiga

Pedro Coimbra disse...

Muitas vezes, e aí no meio desse pinhal, um bom grito ajuda, liberta, Adélia.
Beijinho

lino disse...

Vai para um lugar deserto e grita até te faltar a voz!
Beijinho

tecas disse...

Querida Amiga Adélia, estamos em sintonia no silêncio poético.
Excelente poesia e magnifica foto.
Abençoados os olhos que captam a beleza da Mãe Natureza.
Beijinho amigo e uma flor.

Maria disse...

grita :)

luna luna disse...

é amiga há silencios gritantes que dilaceram a alma
beijinhos

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Há silêncio, e silêncio...As vezes, é companheiro, às vezes há que se gritar...pois sufoca!
A foto, sua, é muito interessante, e ilustra bem, a bela poesia.

Um beijo.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Passo para agradecer as palavras simpáticas e o apoio que me deu lá no On the Rocks.
São momentos dfíceis, sim, mas temos de saber lidar com eles.
Beijinho

quem és, que fazes aqui? disse...



Eu aprendi a não ouvir os meus silêncios... Porque estou a ficar um pouco surda e porque gosto de me sentir surda, perante eles. :)

Beijinho

Laura

Robson Ojuarah disse...

belos versos, parabens

tambem tenho blog de poemas, se possivel visite

www.semente-terra.blogpsot.com.br

Maria Alice Cerqueira disse...

Olá amiga você que está sempre presente em meu cantinho, eu venho lhe agradecer de todo o coração, o carinho de sua presença. Que Deus a abençoe e guarde, hoje e sempre. Assim que poder voltarei. Tenha uma linda semana coberta de muita paz e amor! Com carinho Maria Alice. Obrigadoooooooooooo!!!!!

Janita disse...

Dolorosamente, aprendi a fazer do silêncio uma forma de grito.
Os gritos que só nós ouvimos são os que mais doem e nos marcam, como ferros em brasa.

Por isso, Flor, não cales o teu grito e guarda em silêncio aquilo que só a ti pertence!

Beijinhos

ONG ALERTA disse...

O silencio pode nos deixar loucos...
Beijo Lisette.

Evanir disse...

Mulher .
Mulher , mãe uma fera na defesa dos seus
filhos.
Mulher, avó segunda mãe jamais esquecida
por um amor incondicional ,
netos segunda gestação dos próprios filhos.
Mulher ,bisavó nessa fase entendemos,
nossa geração foi londe nosso amor foi infinito.
Eu sou essa mulher .
Sim..tia , irmã , mãe , avó , bisavó por isso venho te abraçar
pelo Dia da Mulher.
Por me sentir especial .
Para você acreditar que tudo vale a pena
quando abrimos a janela nosso coração ,
e deixamos o amor entrar.
A vida é eternizada por nós mesmo,
não importa os obistaculos,
que a vida coloca já que é impossível viver sem eles.
Quero apenas ser lembrada com carinho.
Mãe blogueira.
Avó Blogueira.
Por Fim bisavó blogueira.
Sou essa mulher que veio
para deixar um carinho no Dia das mulheres.
Ser mulher é algo Divino.
Desde ,que nos sentimos um ser especial
diante de Deus.
Parabéns não só a mulher,
mais a eterna companheira .
Beijos no coração carinhos na alma.
Evanir.
Mimo se gostar na postagem.

Turista disse...

Grita, minha querida Flor! Deita cá para fora, tudo o que te sufoca!
Beijos grandes.
A fotografia está lindíssima. :)

Antônio Lídio Gomes disse...

O silêncio só é quebrado quando você ouve a alma falando, sob o rítmo de teu coração.
E aí, nasce poemas como este.
Um abraço Jasmim, bom final de semana.