Todas as fotos publicadas são de minha autoria, tiradas com telemóvel.

terça-feira, 11 de março de 2014

Semideserta



Foto minha




Envolvente
a calmaria das gaivotas
 ao contrário
do mar que se agita
em ondas revoltas
que quebram a meus pés.

A chuva cai
 seus pingos misturam-se
com as lágrimas
que não consigo conter.

 Lágrimas
que purificam a minha alma
e marcam
muitos momentos da minha vida
nesta "minha" praia
hoje semideserta.

19 comentários:

Laços e Rendas de Nós disse...


Flor, mesmo nas praias semidesertas das nossas vidas nunca estamos sós. Temos o conforto de os ter tido connosco.

Um abraço apertadinho

Catarina disse...

Tiveste a oportunidade de visitar a tua praia. Um lenitivo para a tua dor.
Bjos

✿ chica disse...

Linda a foto, as gaivotas e a praia assim vazia.Adoro! bjs, tudo de bom,chica

Majo disse...

~
~ Bela a tua praia e a tua poesia, querida Adélia.

~ Em breve, o tempo estará mais ameno, o marulhar das ondas embalará as saudades de um tempo melhor e sentiremo-nos priveligiadas por o termos vivido.

~ "O tempo seca tudo", diz-nos Cecília Meirelles...

~ ~ ~ Um grande abraço. ~ ~ ~

Lacorrilha disse...

É a Praia Velha? Adoro.
Beijinhos repenicados.

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Deixo o meu carinho e um grande beijinho no teu coração.
Porque não há palavras para a tua dor.
Sonhadora

Rogerio G. V. Pereira disse...

"gosto da praia, à hora das gaivotas!"

São disse...

REalmente, minha querida, muito do sal oceânico sai(u) de olhos tristes como os teus estão agora...

Abraço fraterno, Adelinha

Ricardo- águialivre disse...

Bom dia

Maravilhoso de ler...passear à beira mar é divino para a alma...Gostei muito

Fique feliz ... abraço
**************************
http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

ONG ALERTA disse...

Vamos deixando marcas no decorrer da vida...
Beijo Lisette.

lino disse...

Sinais de tempestade!
Beijinho

Fê blue bird disse...

Minha querida amiga, as lágrimas purificam e aliviam as dores da alma.
Não estavas só, tinhas a companhia do teu mar e das gaivotas.


beijinho amigo

Janita disse...

Querida Flor, o mar estará sempre aí à tua espera, e as gaivotas saltitando pela areia serão como uma mensagem de boas-vindas à tua presença.
Quem sabe um dia?...A vida dá tantas voltas!

O poema é tão lindo como a bela foto!

Beijinhos, Adélia.

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

É sempre bom podermos contar com o silêncio cúmplice da natureza...

um beijinho amigo

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

É tão boa a praia assim!
Beijinho e bom resto de semana

Pedro Coimbra disse...

Chorar também faz bem, Adélia.
Um desabafo com uma paisagem dessas até ilumina a alma.
Beijinhos

Magia da Inês disse...

✿⊱°•

Um lindo lugar para ir chorar.
°º。♪♫Bom fim de semana!°。♪♬
Beijinhos✿♫° ·.
Brasil⊱°•

Maria Rodrigues disse...

A solidão da praia a tocar a alma.
Bela foto, nostálgico mas lindo poema.
Beijinhos
Maria

Maria Rodrigues disse...

A solidão da praia a tocar a alma.
Bela foto, nostálgico mas lindo poema.
Beijinhos
Maria