Todas as fotos publicadas são de minha autoria, tiradas com telemóvel.

quinta-feira, 8 de maio de 2014

Momentos


Eu queria arrumar os lençóis, mas o nosso Canito resolveu não sair da gaveta.

Desisti e sugeri que fosse ele a desempenhar a tarefa.

olhou-me surpreendido, a Julinha a topar como é que ele se ia desenrascar

ele concentrado em arranjar solução, a Julinha levantou-se

e esperou que ele solicitasse ajuda, mas orgulhoso, não o fez

a Julinha resolveu inspeccionar, achou que não era fácil

solidária com o Canito ali ficaram e adormecerem

Nem preciso dizer para quem sobrou a tarefa!


Meus amigos podem pensar que a flor de jasmim não está a bater bem da bola, são capaz de ter um pouco de razão.

Mas na verdade, já não sei que publicar, falta-me inspiração, animo, motivação, é triste demais o que me vai a alma, continuo a escrever, necessito de o fazer, simplesmente não publico. 

E para não fechar o estaminé, partilho convosco pequenos (grandes) momentos que os nossos gatos nos proporcionam.

Não está a ser fácil, é mesmo de dar em doida com o que estamos a viver.

14 comentários:

✿ chica disse...

Que lindas fotos e momentos das aprontadas dos bichanos. Pena estares triste! Desejo tuuuuuuuuuuudo de bom! beijos,chica

Pedro Coimbra disse...

Hoje há um montão de bicharada lá no blogue, Adélia
Se isso é não bater bem da bola, dei em doido! :))
Beijinhos

Tuquinha disse...

Jamais baterás mal da cabeça...quem assim escreve ....
Gostei muito dos teus bichanos são lindos.
Nada de fechar o teu canto ok?
Milhões de Beijocas e as melhoras do teu RO
Sempre tua amiga

Rosa dos Ventos disse...

Mas estes momentos são mesmo ternurentos!

Abraço

Janita disse...

Pois ficas a saber, Adélia, que estas publicações do teu dia-a-dia têm um grande valor, para mim e, de certeza, para todos os teus restantes amigos.

A vida é feita de pequenos/grandes momentos, estes são de uma ternura imensa.

Continua, amiga! :)

Beijinhos com admiração e carinho!

Majo disse...

~
~ Adélia, a fotonovela dos teus gatos está muito interessante.

~ Vai dando notícias, procura espairecer e não te ponhas doida!
~ Não resolverias nada, só complicarias.
~ Nós não te perdoaríamos.
~ Força! Já passaste por muitas.

~ ~ ~ Um longo abraço muito amigo. ~ ~ ~

Agulheta disse...

Amiga Adelia! A minha me faz estas coisas quando abro as gavetas,se quiser arrumar tenho que fechar as portas,nem me deixa fazer a cama,salta e torna a saltar,olha amiga coisas de animais.
Eu percebo bem a tua falta de inspiração!Tantos, mas tantos serão os que estarão no teu barco,mas não te deves dar a tristeza,a vida continua e nada será eterno,um dia onde ir fazer mal para outro lado...percebes,e mais não digo.Beijinhos

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Adorei, Adélia!
Espero que esteja melhor do seu braço
Beijinhos

Fê blue bird disse...

Como te compreendo minha amiga, como te compreendo ...
Estes momentos que partilhas connosco são preciosos pois são genuínos e cheios de sensibilidade.
Nunca percas essa chama que te guia.
Neste momento tenho a minha gatinha aqui ao pé do pc, se calhar ficou intrigada como os teus amigos :)

beijinho

Graça Sampaio disse...

E fazes muito bem, querida flor de jasmim! Enquanto puxas pela imaginação para pôr textos e imagens aqui, não estás a pensar nas agruras da vida. Além de que a história ilustrada que hoje aqui deixaste é deliciosa!!
Os teus gatos são o máximo!

Beijinhos e ronrons...

Lilá(s) disse...

Podes sentir-te com falta de imaginação mas olha que este belo post não é isso que demonstra, está o máximo!
Beijinhos

São disse...

Não desistas...e ,além disso , gatos e demais felinos são sempre bem vindos, Adelinha.

Abraço apertado e fraterno, amiga

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Adoro estas partilhas! :)

Beijo amigo

lino disse...

Bom fim de semana!
Beijinho