Todas as fotos publicadas são de minha autoria, tiradas com telemóvel.

segunda-feira, 16 de junho de 2014

É difícil saber


Foto minha



Durante a caminhada
da minha vida
tenho enfrentado momentos
em que penso ter esgotado
todas as minhas forças 
para continuar.

É difícil saber 
qual o caminho a seguir
muitas as vezes 
não estou preparada 
para as encruzilhadas.

Não consigo caminhar
sem tropeçar
caio, levanto-me
e
continuo neste tropeço 
simplesmente 
a querer encontrar 
o meu próprio caminho.

15 comentários:

✿ chica disse...

Linda poesia e hás de achar o teu caminho! Linda foto! bjs, ótima semana,chica

Catarina disse...

Que encontres o bom caminho, Flor.
: )

Pedro Coimbra disse...

A gente tropeça cai, levanta-se, limpa o pé e segue em frente.
É a vida.
Beijinhos

Jorge disse...

Caminhar é não desistir.
Abrs
J

Fê blue bird disse...

Minha querida amiga, a letra da canção que publiquei hoje no meu blogue, está indicada para ti.

"Pra começar
Cada coisa em seu lugar
E nada como um dia após o outro

Por que apressar?
Se nem sabe onde chegar
Correr em vão se o caminho é longo

Quem se soltar, da vida vai gostar
E a vida vai gostar de volta em dobro

E se tropeçar
Do chão não vai passar
Quem sete vezes cai levanta oito

Julga saber
E esquece de aprender
Coitado de quem se interessa pouco

E quando chorar
Tristeza pra lavar
Num ombro cai metade do sufoco

O novo virá
Pra re-harmonizar
A terra, o ar, água e o fogo

E sem se queixar
As peças vão voltar
Pra mesma caixa no final do jogo

Pode esperar
O tempo nos dirá
Que nada como um dia após o outro

O tempo dirá
O tempo é que dirá
E nada como um dia após o outro.


Tiago Iorc - {feat. Daniel Lopes}

Seguir em frente, sempre! Que nunca te faltem as forças.

beijinho


Fê blue bird disse...

Minha querida amiga, a letra da canção que publiquei hoje no meu blogue, está indicada para ti.

"Pra começar
Cada coisa em seu lugar
E nada como um dia após o outro

Por que apressar?
Se nem sabe onde chegar
Correr em vão se o caminho é longo

Quem se soltar, da vida vai gostar
E a vida vai gostar de volta em dobro

E se tropeçar
Do chão não vai passar
Quem sete vezes cai levanta oito

Julga saber
E esquece de aprender
Coitado de quem se interessa pouco

E quando chorar
Tristeza pra lavar
Num ombro cai metade do sufoco

O novo virá
Pra re-harmonizar
A terra, o ar, água e o fogo

E sem se queixar
As peças vão voltar
Pra mesma caixa no final do jogo

Pode esperar
O tempo nos dirá
Que nada como um dia após o outro

O tempo dirá
O tempo é que dirá
E nada como um dia após o outro.


Tiago Iorc - {feat. Daniel Lopes}

Seguir em frente, sempre! Que nunca te faltem as forças.

beijinho


luar perdido disse...

Minha querida, a vida é mesmo assim; Passo à frente passo atrás...Tropeça, cai e levanta, sacode o pó das roupas, levanta a cabeça olha para cima e tudo recomeça...Passo à frente, passo atrás. Nas encruzilhadas fica a duvida, nas decisões a pergunta; fiz bem? fiz mal? mas....Isto é viver.
Minha doce flor nunca percas a esperança e caminha sempre, mesmo que tropeces, mesmo que caias.
Um dia os sinais vão lá estar fortes para nos indicar o resto de trilho a seguir em segurança.

Beijinho de luar

lino disse...

Levantar, sempre!
Beijinho

Rui Espírito Santo disse...

Tenho dito muitas vezes que a nossa vida, cheia de altos e baixos, é como um electrocardiograma, e ainda bem que assim é !
Se assim não fosse, se fosse linear, estaríamos mortos !
Temos que sentir que, se estamos em baixo, o único caminho que nos espera é para cima e para isso é preciso que a esperança não esmoreça !

Beijinho, querida Amiga, com um sorriso (habitual) ! :))
.

luisa disse...

É assim mesmo. Cair, levantar, prosseguir. :)

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Ao longo do meu caminho, também me tenho deparado com essas encruzilhadas e esses problemas, Adélia. Por vezes, sinto que os escolhos são necessários, mas outras vezes dou por mim a pensar que estão muito mal distribuídos e há caminhos pedregosos para uns e auto estradas para outros. Creio que estou no meio termo.
Beijinhos e resto de boa semana

ONG ALERTA disse...

É assim mesmo a cada tropeço um novo começo, beijo Lisette.

Majo disse...

~
~ ~ Força!

~ ~ Não vás esmorecer agora, quando já venceste tantas, Adélia.

~ ~ És uma lutadora-- não te deixes vencer!

~ ~ Desejo o teu restabelecimento completo.

~ ~ ~ Grande abraço muito amigo. ~ ~ ~

Ps.
~ Qualquer ausência minha, deve-se ao fato de andar em viagem.

São disse...

Adelinha, és uma guerreira e , por isso, terás sempre força até encontrares esse teu caminho porque anseias!

beijinhos, querida

Maria Emilia Moreira disse...

É interessante como o ser humano arranja forças para vencer tantas adversidades! Gostei imenso da foto e do poema! Estes versos" tocam-me" muito! Abraços.