Todas as fotos publicadas são de minha autoria, tiradas com telemóvel.

domingo, 9 de novembro de 2014

Perdida

Foto minha




Perdida
no meu próprio eu
momento de palavras dolorosas
ditas pelo silêncio
em que tudo parece ausente.

Olho o céu
vejo a sua beleza
o resplendor da natureza
tenho a nítida sensação
que estou no mundo sem rumo.

Sem que nada consiga fazer
observo o palco da tristeza
sofrendo
e assistindo ao sofrimento
daqueles que tanto amo.





14 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Maravilhoso poema, identifiquei-me com ele.Amei!

Beijos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

redonda disse...

A fotografia parece-me muito adequada ao título, o poema fez-me pensar no estar perdida de outra forma, muito difícil.
um beijinho
Gábi

Pedro Coimbra disse...

Uma dor que não passa nem abranda, Adélia.
Beijinhos e votos de boa semana

✿ chica disse...

Lindo céu,m linda foto e tristes palavras,Pena,não é? Assistir e nada poder fazer! bjs, chica

luís rodrigues coelho Coelho disse...

A vida é assim e muitos dias perdemos o rumo. Talvez seja bom pararmos e recarregarmos as nossas baterias para nunca nos faltar nem a corrente nem a orientação.
Quando esta dor nos bate em casa parece que estamos mais sós e abandonados.
Somos muitos a sentir estes dias e sem saber como sair ou encontrar a rota certa.

Rosa dos Ventos disse...

Às vezes é preciso determo-nos na beleza da natureza para esquecermos tanta dor!

Abraço

lino disse...

É preciso ver para lá das nuvens!
Beijinho

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida
Pena a gente nada poder fazer diante de fatos imutáveis...
Bjs fraternais e ótima semana!!!

Fê blue bird disse...

Amiga querida pudesse eu amenizar a tua dor ...

"Perder-se também é caminho" uma frase de Clarice Lispector que tanto nos diz.

beijinho e muita coragem !


Janita disse...

Se "Perder-se também é caminho", como diz a amiga Fê parafraseando Clarice, penso que é por aí que também me sinto perdida, amiga Flor!

Desejo, veementemente, que nos possamos encontrar.

Essa foto é tão sugestiva...

Um beijinho amigo e solidário.

Ricardo Santos disse...

A foto leva-nos até ao horizonte e a tua poesia é bonita, mas, infelizmente, verdadeira em relação á Humanidade !

✿ chica disse...

Li teu comentário e voltei pra desejar que fiques bem,tá? bjs, chica

lis disse...

Gosto quando o céu encosta no campo e o horizonte se apresenta mais perto.
Que outros horizontes reais surjam para que o poema comovente se desfaça em dias de brilho e alegria.
um abraço

A Gata de Saltos Altos disse...

Adoro o que escreves! =))

http://agatadesaltosaltos.blogspot.pt/