Todas as fotos publicadas são de minha autoria, tiradas com telemóvel.

terça-feira, 5 de maio de 2015

Um silêncio


Foto minha



Estou meia não sei como
nem eu própria sei como estou
ou 
o que estou sentindo
existe em mim um silêncio
que alimenta 
os meus sentimentos incontroláveis 
de uma intensidade 
sem palavras para exprimir
que por vezes não os compreendo.




11 comentários:

✿ chica disse...

Interessante essa tua foto e teu sentir,intenso! Fica bem! bjs, chica

luisa disse...

Por vezes, as palavras não conseguem dizer de nós.

Janita disse...

Há dias assim, Adélia!
Somos tomados por sentimentos tão contraditórios e inexplicáveis, que nem mesmo nós os sabemos entender...mas são dias que passam. Não ficam para sempre. Nada é para sempre, Amiga!

Beijinhos!

Cidália Ferreira disse...

Uma foto maravilhosa com um poema lindo e profundo.

beijinhos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Rogerio G. V. Pereira disse...

Há sempre uma parte de nós que ninguém entende...

Pedro Coimbra disse...

O silêncio pode ser bom conselheiro, Adélia.
Beijinhos

luar perdido disse...

Há momentos que pesam toneladas e nos tolhem a alma, o coração, a vida. E o silencio põe amarras nos pés como grilhões.
Há sim, há momentos, sentimentos e alturas que não nos entendemos.
Apenas deixo um abraço bem apertado com todo carinho.
Beijinho de raios de luar.

redonda disse...

Gostei.

um beijinho
Gábi

Fê blue bird disse...

Minha querida amiga:

Há fases difíceis na nossa vida que parece que não passam, mas a experiência prova, e tu sabes bem disso, que tudo na vida é passageiro e não vale a pena muita reflexão.
Tens que ter calma, tentar pensar positivo e deixar que a vida tudo componha.

um beijinho amigo

Diana Fonseca disse...

Também já me senti assim mas não sabia o que sentia.

Maria disse...

Podia rever-me nesse "não sei como" minha querida amiga...não sei completamente o que se passa contigo por tempo demais ausente envolta num turbilhão de problemas que teimam em aterrar sobre a minha família...mas quero deixar-te o meu abraço bem apertado..e a esperança que as nossas vidas retomem os caminhos sem pedras ou que tenhamos a força e coragem para as arrancar nós mesmas do nosso percurso...e sim concordo com o que disseste lá no meu cantinho...todos os momentos aproveitados junto dos que amamos e nos amam...nada mais importa...!
Beijinhos
Maria