Todas as fotos publicadas são de minha autoria, tiradas com telemóvel.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Interrogações

Foto minha



Interrogações
enrolam-me em duvidas constantes
afastando a paz 
dando lugar ao tormento
que dilacera a minha alma.





17 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Profundo!

Beijo de boa noite

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

redonda disse...

Gostei da fotografia e achei incrível como me pareceu tão certa para o poema - de que gostei também.
um beijinho

Pedro Coimbra disse...

Interrogações todos temos, Adélia.
Há que procurar as respostas.
Por muito difícil que seja.
Beijinhos, bfds

✿ chica disse...

Elas sempre aparecem...Linda foto! bjs, chica

Observador disse...

Simples e profundo.
Beijinho, Amiga.

Maria Rodrigues disse...

Muitas dúvidas e interrogações não deixam o coração encontrar a paz.
Linda foto.
Beijinhos
MAria

Teté disse...

Essa gavinha parece os canudinhos das meninas no tempo da minha avó...:)

Beijocas

Fê blue bird disse...

Querida amiga não sei que comentar para te afastar deste teu tormento.
Estás rodeada de tanta beleza, pensa nisso.
Um beijinho e bom fim de semana

Rui Espírito Santo disse...

Um fantástico fim de semana Adélia ! :))

Cadinho RoCo disse...

Ah, as interrogações são tantas!
Cadinho RoCo

ONG ALERTA disse...

Para pensar.... Bjbj Lisette.

Janita disse...

Esse emaranhado lindo da fotografia, parece ter sido feito de propósito para o teu estado de alma, Adélia!

Tens de desembaraçar-te dessas cruéis interrogações e duvidas, minha amiga!
Há tanta beleza à tua volta.

Um beijinho grande

Luis Coelho disse...

Desatemos esses nós que nos impedem de viver.
Deixemos correr a vida que torna os sonhos coloridos.

luisa disse...

Há dias assim, emaranhados. Que venham dias tranquilos para compensar. :)

São disse...

MInha querida, abraço com carinho

Catarina disse...

Concordo com a Gábi. O poema combina muito bem com a foto.

Maria disse...

um beijinho grande *