Todas as fotos publicadas são de minha autoria, tiradas com telemóvel.

quinta-feira, 31 de março de 2016

Palavras e gestos

Foto minha


De um momento para o outro 
as vidas mudam drasticamente.

A minha mente está sobrecarregada
com palavras e gestos

que ferem meu coração.



11 comentários:

Graça Sampaio disse...

Confusos andamos todos há tempo de mais, minha querida amiga!

A foto é espetacular!!

Beijinhos ternos.

✿ chica disse...

Tanta verdade aqui! bjs, chica

Pedro Coimbra disse...

Como eu sei isso, Adélia, como eu sei isso...
Beijinhos, bfds

Luis Coelho disse...

Momentos mais tristes, por vezes, mudam a cor dos nossos dias.
Acontece a todos, mas por detrás das palavras as almas nobres se agigantam.

Cidália Ferreira disse...

Maravilhoso. Identifiquei-me nas suas palavras.

Beijos, bom fim de semana.

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Observador disse...

Dá que pensar, Amiga Adélia.
Grande fotografia!
Beijinho

Janita disse...

O pensamento é muito triste e desanimador, mas a fotografia é espectacular!
Parece-me uma figueira brava, ou será um cacto gigante, Adélia?

Ânimo, Amiga. Tal como dizes:

"De um momento para o outro
as vidas mudam drasticamente."

Pensa que nem sempre as coisas mudam para pior!

Beijinhos com muito carinho, Flor.

luar perdido disse...

Sim minha querida Adélia. A vida muda de um dia para outro drasticamente! A quem o dizes amiga, a quem o dizes! mas sabes? O povo na sua sabedoria imensa tem uma frase na qual devemos encontrar forças - "Não há bem que sempre dure nem mal que nunca acabe".
Da mesma forma como tudo se pôs negro e duro nos últimos tempos, acredito e tenho esperança e fé que vai mudar e das negras nuvens um sol radioso e quente vai aquecer os dias e as vidas. Não desanimes minha flor!
Beijos doces no teu coração.

Fê blue bird disse...

Amiga, tens que ter muita coragem e tentar aceitar essas mudanças.

Um beijinho solidário

luisa disse...

Assim é. Mas também pode haver mudanças positivas. Olho nelas e força. :)

Gostei dessa figueira da Índia. Tão carregada de frutos. :)

redonda disse...

Essas mudanças assustam-me.
Gostei da fotografia e fiquei a pensar no poema.
um beijinho