Todas as fotos publicadas são de minha autoria, tiradas com telemóvel.

domingo, 17 de julho de 2016

Parte de um poema





Um poema cheio de tudo 
comovente pela sensação que me transmite.

Grito ao mundo o verdadeiro motivo
pelo qual sobrevivo.



12 comentários:

Teté disse...

De férias,também? Se sim, aproveita-as bem! :)))

Beijocas

Flor de Jasmim disse...

Olá Teté, não, não estou de férias, mas os netos estão e vivemos a 9 minutos da praia.

Beijinho Amiga.

Manu disse...

Pequenos momentos que fazem as delícias da vida.

Beijinhos

Cidália Ferreira disse...

Maravilhoso, quando os temos junto de nós. Lindo!

Beijo e uma boa semana.

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Catarina disse...

Nove minutos da praia!!!! Que sortuda!

Bjos : )

São disse...

Aproveita os netos e a praia, Adelinha!

Beijinhos, querida, para vós

papoila disse...

Que bonita imagem!
Beijinhos Adélia

Graça Sampaio disse...

E que belo motivo!!! Que esse motivo se mantenha por muitos e bons anos, minha querida.~

Beijinhos

redonda disse...

Vim deixar um beijinho e desejar muito, muita força, para ti e para os teus familiares, não consigo nem imaginar como deve ser terrível
um abraço muito grande
Gábi

Janita disse...

Para o poema ser inteiro só te faltava o terceiro neto!
Que imagem ternurenta.
Ter praia a menos de dez minutos de casa é um privilégio, ADélia. :)

beijinho e bons banhos de mar, na companhia do teu bem mais precioso...

luar perdido disse...

São um poema sem dúvida! Um poema de vida, sofrida e dorida. Por isso mesmo um verdadeiro POEMA, daqueles que só a mão de Deus sabe compor...

Que aproveitem o melhor possível.
Beijo com muito carinho

AFRODITE disse...

Chego aqui e vejo Os teus HERÓIS!
E obviamente esboço um enorme sorriso!
Que a poesia seja hoje de alegria... por eles amiga!

Beijos para ti e para eles também
(^^)