Todas as fotos publicadas são de minha autoria, tiradas com telemóvel.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Quando um Homem Quiser


Imagem da net

Quando um Homem Quiser

Tu que dormes à noite na calçada do relento
numa cama de chuva com lençóis feitos de vento 
tu que tens o Natal da solidão, do sofrimento 
és meu irmão, amigo, és meu irmão 

E tu que dormes só o pesadelo do ciúme
numa cama de raiva com lençóis feitos de lume
e sofres o Natal da solidão sem um queixume
és meu irmão, amigo, és meu irmão 

Natal é em Dezembro
mas em Maio pode ser
Natal é em Setembro
é quando um homem quiser
Natal é quando nasce
uma vida a amanhecer
Natal é sempre o fruto
que há no ventre da mulher 


Tu que inventas ternura e brinquedos para dar
tu que inventas bonecas e comboios de luar
e mentes ao teu filho por não os poderes comprar
és meu irmão, amigo, és meu irmão 

E tu que vês na montra a tua fome que eu não sei
fatias de tristeza em cada alegre bolo-rei
pões um sabor amargo em cada doce que eu comprei
és meu irmão, amigo, és meu irmão 

Ary dos Santos




10 comentários:

A Nossa Travessa disse...

Querida Adéliamiga

CONTINHO DE NATAL

Os Magos e o Menino


Cá está ele o prometido continho de Natal que tenta ser iconoclasta e divertido q.b. Sai hoje na NOSSA TRAVESSA. Oxalá não achem muito exagerado… e comentem… E divulguem. Obrigado.
Um bom Natal e o melhor Ano Novo para todas e todos

Qjs & abçs do Henrique, o Leãozão


Cidália Ferreira disse...

Maravilhoso, como sempre.

Beijinhos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Fê blue bird disse...

Querida amiga,
Não podias ter escolhido melhor imagem para ilustrar este GRANDE POEMA de Natal do nosso Ary dos Santos.

Desejo que passes em família um Natal com Paz e Amor e que em 2017 realizes todos os teus sonhos, porque bem mereces.

Um abraço apertado com amizade




papoila disse...

Adélia, Desejo-te um Natal muito feliz espero que te sintas em paz e harmonia.
Um grande beijnho

luisa disse...

Natal pode ser quando um homem quiser, mas por ora festejemos o Natal do Menino, o da família, da paz e do amor. Boas Festas, Adélia. :)

Cidália Ferreira disse...

assei para;
Que o este Natal seja de: Paz...Amor...harmonia, no aconchego familiar, sem entrarmos em exageros...Principalmente, que tenhamos saúde. Extensivo aos vossos familiares e amigos.
Que todo o Mundo tenha direito ao Natal... BOAS FESTAS.

redonda disse...

Gostei muito de reler este poema.
Feliz Natal
um grande beijinho
Gábi

luar perdido disse...

Querida Adélia, este poema é de uma intensidade e verdade imensas. Obrigada por me teres relembrado esta letra de um grande poeta.
É uma quadra que pesa, mas também incita a termos força e acreditarmos que somos capazes de continuar. De repegar nas "nossas armas" e lutar.

Minha querida amiga desejo-te e aos teus um Natal de Luz e Paz, o mais feliz que seja possível, que o AMOR que vos une seja a estrela que vos guia.
Beijinho imenso no teu coração minha querida, e um xi-coração que vos envolva a todos.

Janita disse...

Se o Natal é quando o Homem quiser, também pode ser neste tempo em que se comemora o nascimento de Jesus, amiga Adélia.
Haja saúde, paz e harmonia e já é Natal.

Um grande beijinho para ti e um abraço para o Rodrigo.

Janita

Lilá(s) disse...

As luzes cada vez mais brilham nas ruas...
Que este Natal a maior luz brilhe dentro de cada coração.
Desejo-te um Natal cheio Paz e Alegria , Saúde e Amor
Bjs