Todas as fotos publicadas são de minha autoria, tiradas com telemóvel.

domingo, 11 de fevereiro de 2018

O meu sentir


Foto minha



Meus sonhos
amantes da lua
no interior das noites vazias
em que o luar ilumina o silêncio.

Este silêncio
que faz parte de mim
a quem faço confidências
com palavras
que morrem no próprio silêncio.

Este silêncio
que tenho como companhia
que me sufoca
nas minhas noites acordada.



18 comentários:

luar perdido disse...

Minha doce Amiga, quantas vezes o silencio não nos fala mais alto que a maior algazarra!
Mas esse silencio pode trazer, paz, calma, e animo para olhares a lua e continuares a encantar-te com a sua beleza e mistério distantes.

Não permitas que só o grito do silencio invada as tuas noites insones, deixa-te tocar pelo luar, sê mesmo "amante da lua".
Beijinho imenso no teu coração

Pedro Coimbra disse...

O silêncio pode ser um bom amigo, um bom conselheiro.
Escute o que ele tem para dizer.
Beijinhos, boa semana

✿ chica disse...

Há silêncios necessários e quase terapêuticos... E a foto linda! beijos, chica

Manu disse...

Um poema lindo, mas triste. há que ter esperança num novo dia cheio de sol.

Beijinhos Adélia

Ricardo Santos disse...

Gostei da Poesia !!!
Uma boa semana Adélia

lis disse...

Oi florzinha
Quase vira hábito falar com o silêncio de noites longas.
Perfeito poema doce poeta
beijos

Janita disse...

Até eu me sinto sufocada com este teu silêncio que tanto diz, calado.

A foto está muito bonita, com a lua a espreitar lá no alto.

Beijinhos, Adélia!
Fica bem.

Ives disse...

O silêncio fala mais que mil palavras, linda poesia.

https://ives-minhasideias.blogspot.com.br/

Maria Rodrigues disse...

Querida amiga, que esse silêncio também lhe consiga trazer um pouco de paz e serenidade de alma.
Beijinhos
Maria de
Divagar Sobre Tudo um Pouco

tecas disse...

Que delícia da poema, querida amiga! O silêncio ajuda a encontrar a paz. Beijinhos e saudades.

luisa disse...

Ah... a lua! Hoje já está mais gordinha. Vi-a à tardinha à transparência das nuvens. Entretanto as nuvens escureceram, adensaram e esconderam-na.
O silêncio pode ser bom e mau. Tens que domar esse silêncio, para que desfrutes da parte boa e não deixes que a parte má abuse.
:)

Rui disse...

Quanto esse silêncio nos fala de ti, de como és, de quem és, querida amiga ?! Quantas vezes o silêncio é tão estranhamento barulhento ?!...
Poeticamente, belo !!!

Beijinhos

Graça Sampaio disse...

Que dizer? Que te entendo bem, que entendo bem esse sufoco que nasce do silêncio interior que nos aperta... mas dizer também que gosto especialmente desses teus «sonhos amantes da lua» - bonita imagem.

Beijinhos silenciosos.

AC disse...

O silêncio tanto nos deixa nus, desarmados, como nos proporciona momentos de perfeita lucidez.

Uma abraço, Adélia :)

Maria Rodrigues disse...

Adélia, passei para deixar um beijinho.
A fotografia está linda, com a lua lá bem no alto.
Beijinhos
Maria de
Divagar Sobre Tudo um Pouco

Ricardo- águialivre disse...

E são tantas as vezes que precisamos de viajar através das palavras do silêncio

Quando o silêncio acontece
E é companhia na solidão
Nem sempre é o que parece
Por vezes é Paz no coração
................
.
Poema: -- "" São os teus lábios ... a chama do meu prazer "" --
.
Abraço de amizade

redonda disse...

Lembrei-me de como ao acordar no meio da noite o silêncio pode pesar
Gostei da fotografia e do poema, não quero sentir esse silêncio mas lembro-me dele
um beijinho e uma boa noite

São disse...

Há momentos assim...

Beijinhos, querida