Todas as fotos publicadas são de minha autoria, tiradas com telemóvel.

quarta-feira, 6 de abril de 2011

É asim que me sinto

            Bandeira Negra

15 comentários:

Luís Coelho disse...

Parece-me que hoje estamos todos assim e que não existem outras cores que nos identifiquem.

É triste demais

нєllєи Cαяoliиє disse...

Tem dias que não estamos pra samba, pra rock, pra hip-hop, e nem pra isso devemos buscar pílulas mágicas para camuflar nossa introspecção, nem aceitar convites para festas em que nada temos para brindar. Que nos deixem quietos, que quietude é armazenamento de força e sabedoria, daqui a pouco a gente volta, a gente sempre volta, anunciando o fim de mais uma dor – até que venha a próxima, normais que somos.
Martha Medeiros

Ânimo querida!
Beijos

Catarina disse...

Que se passa, flor de jasmim! Vamos sair dessa...

Rosa dos Ventos disse...

A coisa está preta!

Abraço

✿ chica disse...

Logo logo as cores chegarão,vais ver! beijos,chica

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Eu já andava cinzento há muito tempo, mas hoje também fiquei assim...

Pedro Coimbra disse...

Aproximam-se tempos (ainda mais) complicados.
Nada que não tenha acontecido antes.
E que Portugal soube ultrapassar.

Vozes de Minha Alma disse...

Já estive assim outro dia...
Pensei que não haveria mais luz.
Abraços.

krasiva disse...

Bela metáfora...também estou assim.

A.Tapadinhas disse...

O meu preto nunca será assim! Tem sempre uma cor quente misturada, que embora não se veja, sente-se...

Beijo,
António

Vivian disse...

Bom dia,Adélia!!

Deixo meu carinho e um abraço bem apertado!E votos de que o sol volte a brilhar e sua bandeira se encha de cores.
Beijos querida!
Que Deus te abençõe!

Multiolhares disse...

temos dias assim, mas que o sol entre depressa pela tua janela
bjs

Veronica disse...

Oi flor, eu também as vez fico assim, hoje chorei pelo acontecido na tragédia da escola do Rio de Janeiro. Mais na vida tudo passa! Fique bem.

já peguei o mimo é lindo brigada uma ótima tarde. bjs

Malu Machado disse...

Dia 7 foi dia do jornalista, dia mundial da saúde, dia de luto pelas crianças de Realengo.

oteudoceolhar disse...

Todos nós temos dias assim ... negros.
por vezes a "cruz" que carregamos parece ter toneladas...amanhã será um novo dia.
Beijo n´oteudoceolhar *