Todas as fotos publicadas são de minha autoria, tiradas com telemóvel.

segunda-feira, 18 de março de 2013

Encruzilhadas


Foto minha

 





Ontem
não me oferece conforto
 Passou
e eu perdi tanto da minha vida.

Hoje
dentro do meu peito
habita o grito do desespero
Existem
dores profundas
sonhos perdidos
outros abandonados.

Procuro
um caminho que não vejo
Encontro
encruzilhadas imprevisíveis
e os sonhos
que não são mais meus.
 
Sinto-me paralisada 
Algo está a suga
as minhas forças
para continuar a caminhar.

9 comentários:

✿ chica disse...

Sentimentos profundos.Linda foto! beijos,tudo de bom pra ti nessa nova semana. Que as encruzilhadas te apontem bons caminhos e alegrias! beijos,chica

Gracita disse...

Que estas encruzilhadas apontem os melhores caminhos. Lindo poema!

Hoje vim te fazer um pedido. Estou participando da gincana no blog ô Trocyn Bão. Estou concorrendo com o poema “Mulher... obra perfeita”. Gostaria muito de contar com teu voto. Acesse o link http://www.riosul2012.com/2013/03/sou-mulher-gracita.html. A enquete para votação fica na lateral esquerda do blog. Click no nome “gracita” e depois em votar para confirmar. Se for possível deixe um comentário lá para que possa voltar para agradecer. Estamos na reta final e conto com teu apoio e carinho.
Beijinhos no coração
Gracita

Catarina disse...

Que escolhas o melhor caminho nessa encruzilhada.
Bjos

São disse...

A nossa vida é feita de encruzilhadas e nunca temos muito bem a certeza de que caminho devemos seguir, amiga.

Que Deus te ilumine e proteja!

Abraço fraterno.

Graça Sampaio disse...

Numa encruzilhada do caraças estamos todos nós metidos até às orelhas, Flor!

Ânimo, amiga!

Beijinhos

Turista disse...

Querida Flor, tenho a certeza que com a tua força e a tua garra, vais conseguir ultrapassar esta fase menos boa e nessa encruzilhada encontrarás o caminho perfeito.
Beijinhos grandes e muita força.

Pedro Coimbra disse...

Que o caminho lhe surja claro rapidamente, Adélia.
Beijinhos

JP disse...

Também eu Flor....não sei o caminho.

Beijinho

luar perdido disse...

Minha doce Adélia, uma encruzilhada é só mais um desafio! Tu és uma mulher de coração imenso, alma nobre e sem tamanho, deixa que sejam eles a dizer-te; Segue por aqui.
Não sabemos nunca o caminho, por vezes a lama do trilho faz-nos escorregar, vacilar e até cair. Mas...lá no fundo de nós grita uma voz - levanta-te e segue, há quem precise que o faças!
Que esta encruzilhada seja apenas um suspiro breve de lutadora e não um sentar à beira do caminho.

ANIMO minha querida.
Beijinho doce de luar