Todas as fotos publicadas são de minha autoria, tiradas com telemóvel.

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Não há palavras



Foto minha



Não há palavras 
que definam o amor.


Um amor que nos une 
numa fronteira mágica
de silêncio, de compreensão,
de palavras, gestos, expressões,
até  incompreensões.

  Por vezes sorrimos
  outras choramos
  mas não deixaremos morrer 
em nosso coração
    quem amamos.

    O dia
  em que eu deixar de ser  quem sou
    será o dia
      em  que os  meus olhos
         se fecharem para sempre.

Se eu
partir para um lugar distante
eu irei
escrever o nome daqueles que amo
em cada estrela
para que as possam olhar
e ver
o quanto o amor significa para mim.




12 comentários:

papoila disse...

Vou olhar para as estrelas de outra maneira...
Beijinhos

✿ chica disse...

Um encanto tuas palavras e poesia! bjs, chica

Rogerio G. V. Pereira disse...

Há milhões de estrelas no universo
feliz de ti
se as preencheres todas

Pedro Coimbra disse...

Sente-se e transmite-se, não precisa de se descrever.
Beijinhos

Cidália Ferreira disse...

Fantástico poema e imagem!

Beijos e um dia feliz

Coisas de Uma Vida 172

AFRODITE disse...

Ó mulher... fazes-me toldar a vista!
Lindo, lindo o que escreveste... belos esses sentimentos!

Só o Amor pode salvar o mundo!
Beijos com muito carinho!
(^^)

Teté disse...

Uma belíssima foto, de umas flores comuns mas muito belas, neste dia mundial da fotografia... :)

Beijocas

Manu disse...

Fiquei emocionada, sabias?
Poema lindíssimo, um autêntico hino ao amor!
As flores de uma das cores que mais gosto.

Beijinhos

Ricardo Santos disse...

Como alguém já aqui disse "só o Amor pode salvar o Mundo"
Excelente o teu pensamento !

São disse...

A foto é linda, as palavras também


Bom domingo, amiga

redonda disse...

Gostei muitíssimo deste poema.
um beijinho
Gábi

Carpe Diem disse...

Um poema magistral :)
Beijinhos